Gallery “O governo do Estado precisa priorizar a saúde de Mato Grosso”

A frase acima fez parte do último discurso, antes do afastamento por 60 dias do vereador Thiago Silva (MDB). O parlamentar cobrou mais uma vez do Estado seriedade com saúde de Mato Grosso. O legislador mostrou grande preocupação, durante a sessão ordinária de quarta-feira (25), com o que está acontecendo em Rondonópolis e região.

 

Para o emedebista o atual governo não dedicou atenção necessária para uma área carente em Mato Grosso. “É preciso dar mais atenção a saúde, não apenas nos meses que antecedem as eleições, mas ao longo de quatro anos. Nos últimos 12 anos o município de Rondonópolis aumentou em 400% os investimentos no setor com recursos próprios e o Estado não acompanhou essa evolução. Convido a população de Mato Grosso a refletir bem nestas eleições. Façam um balanço dos últimos quatro anos”, pontua.

 

Em Rondonópolis falta de medicamento da farmácia de alto custo virou rotina, no Hospital Regional Médicos reclamam constantemente sobre as condições de trabalho da unidade, a UTI pediátrica inaugurada há 2 anos na Santa Casa está desativa por falta repasse do Estado. O local custou 3,7 milhões.

 

A estrutura UTI Pediátrica foi instalada no 4º andar da Santa Casa. Sua instalação só foi viabilizada com a intervenção direta do Ministério Público do Estado, através do promotor de justiça Ari Madeira Costa. O MP bloqueou recursos da conta do Estado e garantiu implantação de oito leitos exclusivos para a unidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *