Notícias

Deputado Thiago Silva fiscaliza Hospital Regional de Rondonópolis e cobra regularização de fornecimento de materiais para cirurgias ortopédicas

publicado em 11 de janeiro de 2022

O Deputado Estadual Thiago Silva esteve na manhã desta segunda-feira (10) visitando o Hospital Regional de Rondonópolis para conversar com pacientes e com a Direção da unidade de saúde sobre a demora na realização de cirurgias ortopédicas.

De acordo com o parlamentar nos últimos dias tem recebido muitas reclamações de familiares e pacientes em estado grave que estão aguardando mais de uma semana para fazer cirurgias ortopédicas. Durante a visita o deputado conversou com vários pacientes e decretou que a reclamação concentra unicamente na falta de insumos para fazer os procedimentos cirúrgicos.

A Diretora do Hospital Kenia informou que a demora dos fornecedores na entrega dos principais insumos como metais e próteses prejudicam a celeridade das cirurgias. O deputado cobrou uma solução definitiva e sugeriu um novo processo licitatório para contratação de uma nova empresa que consiga regularizar a entrega de órteses, próteses e materiais especiais para cirurgias.

“É inadmissível o que está acontecendo no Hospital Regional de Rondonópolis. Isto se arrasta há vários meses e até agora não apresentaram uma solução. Sabemos do problema de abastecimento das fábricas, mas outros hospitais já regularizaram a falta de estoque. Se a empresa não está conseguindo atender a demanda dos que aguardam cirurgias no Hospital Regional, temos que buscar uma alternativa imediata pois centenas de pessoas esperam pelo atendimento sofrendo na UPA ou Hospital Regional”, disse o deputado.

Além da falta de insumos, outro problema é a necessidade de abertura de novos leitos, por isto o deputado defende também que o Governo do Estado construa em Rondonópolis um novo Hospital Regional, pois o atual atende mais de 19 cidades da região e foi planejado na década de 80. “Precisamos que o Governo priorize este novo Hospital que irá desafogar o atendimento de saúde para mais de 500 mil pessoas da nossa região”, finaliza o deputado.

 

Fonte: assessoria

Comentários

Os comentários aqui deixados são de responsabilidade de seu autor. Nos reservamos ao direito de excluir comentários que consideramos ofensivos sem nenhuma aviso prévio.